DESMATAMENTO VALE DO RIBEIRA – Multa de 2,5mi ao propritário

dezembro 10, 2012 at 9:48 pm Deixe um comentário

http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2012/12/fiscalizacao-constata-destruicao-da-mata-atlantica-no-vale-do-ribeira-sp.html

Image

Fiscalização constata destruição da Mata Atlântica no Vale do Ribeira, SP

Cerca de 750 mil metros quadrados foram desmatados.  Policiais ambientais, acompanhados da fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, constataram a destruição de uma grande área de Mata Atlântica na região do  Vale do Ribeira. O dono da propriedade, que sabia das restrições de ocupação do terreno, vai pagar uma multa de mais de R$ 2,5 milhões e pode ser preso.

A fiscalização só conseguiu constatar o crime ambiental por causa de um novo programa de monitoramento, via satélite implantado em todo o estado de São Paulo. O secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas, comprovou em um sobrevoo sobre o local o que o satélite havia mostrado. A área desmatada fica nas cidades de Sete Barras e Eldorado, no Vale do Ribeira. São mais de 75 hectares, 750 mil metros quadrados em torno do Parque Estadual Intervales, região de Mata Atlântica protegida pela legislação.

Depois de sobrevoar a região, Covas acompanhou em terra o trabalho da Polícia Ambiental. “Ele pediu autorização. A autorização não foi dada pela Secretaria e mesmo assim ele devastou uma área rica como esta, de Mata Atlântica e vegetação primária. Algo que é um santuário ecológico e que nós deveríamos proteger”, disse o secretário.

O proprietário da área tentou esconder o desmatamento, deixando uma cortina de árvores para impedir que a destruição do terreno fosse vista da estrada. Sem um sobrevoo ou o sistema de cruzamento de dados via satélite, os policiais ambientais não teriam como perceber o desmatamento.

Edson Morais, capitão da Polícia Militar no Vale do Ribeira, acompanhou a vistoria ao local. “Toda área foi embargada e interditada, os materiais foram apreendidos e vai ser movida agora uma ação penal contra essa pessoa, que vai responder por esses crimes. O somatório das penas pode estar em torno dos oito anos, bem como nós vamos solicitar ainda a instauração de uma ação civil pública, para reparação dos danos ambientais. Ele vai ter que recuperar toda essa área que foi degradada e mais ainda um pouco para reparar os danos ao ambiente, que é patrimônio de toda coletividade”, disse.

Cerca de 80% de toda a Mata Atlântica paulista ficam na região do Vale do Ribeira. O programa de monitoramento via satélite têm só dois meses e já conseguiu detectar vários pontos devastados. Os policiais encontraram também árvores ameaçadas de extinção arrancadas, como a palmeira jussara e outras de madeiras de lei. “Foi apreendido madeira desdobrada, ou seja, já serrada, pronta para a venda”, contou o policial.

 

Anúncios

Entry filed under: Informativo.

Maior produção mundial de celulose está ligada a fraudes, suborno e grilagem PATAGONIA/Argentina – 1º município da América Latina a proibir o fracking.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed




"A indiferença com o meio ambiente é a conivência com nossa destruição"
Hans Alois (1949-2006)

"O que Sabemos é uma Gota, o que Ignoramos é um Oceano !!!!"
Isaac Newton (1643-1727)


 

contador de visitas





Olho Vivo no Dinheiro Público

Portal da Transparência do Governo Federal

Portal da Transparência do Governo Federal



%d blogueiros gostam disto: